Internacional

Iraque: 60 mortos numa emboscada


Um ataque bombista, precedido de disparos com armas de fogo, matou 51 presos e nove polícias, esta quinta-feira, no norte de Bagdade. “Pelo menos 60 pessoas morreram num ataque suicida, seguido de explosões e tiroteios”, afirmou à AFP um funcionário do Ministério do Interior iraquiano.

O ataque bombista foi realizado contra a escolta de carros policiais que vigiava o autocarro que transportava 60 prisioneiros, muitos deles detidos por práticas terroristas, desde a prisão de Taji – 25 quilómetros de Bagdade – até à capital. 

De seguida, homens armados abriram fogo contra as forças de segurança.

Os prisioneiros estavam a ser transportados para Bagdade porque, durante a madrugada desta quinta-feira, a base militar de Taji tinha sido atingida por morteiros, revelaram as autoridades iraquianas à Associated Press, sob condição de anonimato. 

Não há conhecimento de baixas mortais entre os atacantes e também não existe qualquer informação sobre quem estará por de trás deste ataque.

Há quase um ano, homens armados também invadiram as prisões de Taji e Abu Ghraib, libertando mais de 500 pessoas.