Vida

Protestos contra a Zara por pijama reminiscente do Holocausto

Um pijama de bebé às riscas e com uma estrela amarela, parecido com o uniforme dos prisioneiros judeus dos campos de concentração e extermínio, esteve à venda na Zara. Uma onda de indignação online levou a marca a retirar o produto.

Protestos contra a Zara por pijama reminiscente do Holocausto

A camisola incluía uma estrela com a palavra “xerife”, evocativa do universo dos cowboys. No entanto, muitos consumidores e meios de comunicação, incluindo o jornal israelita de referência Haaretz e um blogue israelo-palestiniano pela paz, apontaram para as parecenças com a estrela amarela que os judeus eram obrigados a usar nos territórios ocupados pelos nazis.

Esta quarta-feira, a marca apresentou desculpas através das redes sociais e anunciou a retirada da polémica camisola de todas as lojas físicas e online.

 

Os comentários estão desactivados.