Internacional

Uruguai menos pobre a votos

O Uruguai vai a votos este domingo para escolher o sucessor do seu carismático Presidente, José Mujica, de 79 anos. O candidato mais bem colocado para vencer é Tabaré Vázquez, de 74 anos. Liderou o país entre 2005 e 2010 e quando deixou o poder saiu com uma taxa de aprovação de 75%.


Concorre pela coligação de esquerda Frente Ampla, a mesma do actual Presidente, Mujica. Apesar de estar à frente nas sondagens – cerca de 43% –, tudo indica que terá de disputar uma segunda volta, no dia 30 de Novembro.

O advogado Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional, está em segundo lugar nas intenções de votos, com 33%. Tem 41 anos e quer transmitir uma imagem de mudança e de modernidade. Talvez por isso tenha colocado o pai – Luis Lacalle Herrera, Presidente entre 1995 e 2000 – no último lugar dos suplentes a senador.

Em terceiro lugar está Pedro Bordaberry, do Partido Colorado, com 16 %. É filho do ditador Juan María Bordaberry, que governou o país entre 1972 e 1976 e que cumpre pena em prisão domiciliária.

Mujica, que chegou a ser conhecido como o Presidente ‘mais pobre do mundo’ por doar 90% do salário, deixa um respeitável legado. Baixou o índice de pobreza nacional para quase metade (em 2009 era 20,9% e em 2013 foi de 11,5%, segundo o Banco Mundial) e a taxa de desemprego é a mais baixa da história (6,3%). Aprovou ainda o casamento gay, despenalizou o aborto e legalizou o consumo e a produção caseira de marijuana.