Sociedade

BE: Catarina Martins diz que investigação sobre Sócrates cabe à justiça

A coordenadora do Bloco de Esquerda Catarina Martins recusou hoje comentar a detenção do ex-primeiro-ministro José Sócrates afirmando que essa é uma investigação que cabe às autoridades judiciárias.


À entrada para a 9.ª convenção do Bloco de Esquerda, em Lisboa, Catarina Martins declarou que, na reunião magna deste fim de semana, os bloquistas estão concentrados em debater a sua estratégia política para os próximos anos.

"À política o que é da política, à justiça o que é da justiça", declarou à Lusa a coordenadora do Bloco de Esquerda.

O ex-primeiro-ministro José Sócrates foi detido na sexta-feira à noite, quando chegava ao aeroporto de Lisboa, no âmbito de um processo de suspeitas de crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção.

Esta é a primeira vez na história da democracia portuguesa que um antigo primeiro-ministro é detido para interrogatório. 

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.