Politica

Cavaco condena atentado 'cobarde' ocorrido na Tunísia

O Presidente da República condenou hoje o atentado terrorista ocorrido na estância turística de Sousse, na Tunísia, considerando que se tratou de um ato "cobarde" que merece o mais enérgico repúdio.


"Foi com profunda consternação que tomei conhecimento do trágico e cobarde atentado perpetrado hoje, em Sousse, o qual merece a nossa mais enérgica condenação e repúdio", lê-se numa mensagem enviada pelo chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, ao seu homólogo tunisino, Béji Caïd Essebsi.

Na missiva, divulgada no 'site' da Presidência da República, Cavaco Silva expressa ainda o seu sentimento de "profundo pesar e solidariedade" nesta hora de "sofrimento e luto".

Dois hotéis na cidade tunisina de Sousse foram alvo de aparentes ataques terroristas ao início da tarde desta sexta-feira. O ministro do Interior tunisino, Mohammed Ali Aroui, já veio confirmar 37 vítimas mortais e 36 feridos. A maioria das vítimas serão turistas, havendo já confirmação da morte de cidadãos belgas, alemães e britânicos.

Lusa/SOL