Internacional

Grécia. Tsipras demite-se

O primeiro-ministro grego anunciou a sua demissão esta tarde, cerca das 20h30 em Atenas. A imprensa helénica avança que agora deverão ser convocadas eleições antecipadas para 20 de Setembro. 

"Demito-me porque se esgotou o mandato que me foi dado nas eleições de Janeiro" disse Alexis Tsipras numa comunicação ao país.

Agora, o primeiro-ministro demissionário entende que o seu mandato tem de ser clarificado. "Os eleitores devem decidir com o seu voto se fizemos as escolhas acertadas”, acrescentou.

Se for reeleito, terá uma legitimidade reforçada - interna e externamente.

Tsipras apresentou a demissão depois de ter perdido o apoio de muitos deputados do Syriza no último mês. Na sexta-feira, o primeiro-ministro precisou dos votos da oposição para aprovar o plano de resgate negociado em Bruxelas. Mais de 40 deputados do Syriza recusaram apoiar o documento.

Será a terceira vez este ano que os gregos vão às urnas: primeiro as legislativas em Janeiro, depois o referendo em Julho e finalmente novas legislativas em Setembro ou Outubro.