Internacional

Perto de 80 mortos em ataques do Boko Haram

Setenta e nove pessoas foram mortas no fim-de-semana por presumíveis membros do grupo islâmico Boko Haram em três aldeias do nordeste da Nigéria, disseram fontes locais.

DR

Babakura Kolo, membro de uma milícia local, afirmou que 68 pessoas morreram no ataque à aldeia de Banu, no Estado de Borno (nordeste da Nigéria), na sexta-feira à noite, tendo residentes afirmado que 11 outras pessoas foram mortas em outras duas aldeias, no sábado e no domingo. 

"Chegaram-nos relatos de um ataque na aldeia de Banu na sexta-feira à noite, onde homens do Boko Haram, armados e a cavalo, abriram fogo. Sessenta e oito pessoas foram mortas no ataque", afirmou Kolo, informação reiterada por um habitante da aldeia ouvido pela AFP.

Contudo, fonte oficial, que falou sob anonimato, referiu a existência de 56 mortos.

Kolo adiantou que quatro pessoas - o líder religioso local, o seu filho e dois vizinhos - morreram no ataque à aldeia de Karnuwa, no sábado.

Num terceiro ataque, em Hambagda, no domingo, sete pessoas morreram e cinco ficaram feridas, segundo Saleh Musa, residente local.

Desde 2009, os ataques do Boko Haram originaram a morte de pelo menos 15.000 pessoas e 1,5 milhões de deslocados.

Lusa/SOL