Sociedade

Judiciária faz buscas por suspeita de desvio de subsídios no valor de 25 milhões

A Polícia Judiciária realizou hoje 22 buscas domiciliárias por suspeitas de fraude, desvio de subsídio e branqueamento de capitais no âmbito de dois programas comunitários, num total de quase 25 milhões de euros, anunciou a PJ.

Em comunicado, a PJ acrescenta ter efetuado buscas a domicílios, empresas e a escritórios de contabilidade durante uma operação realizada na Grande Lisboa, no Grande Porto, nordeste transmontano e na zona centro que mobilizou 50 investigadores.

A operação visou obter elementos de prova relacionados com a obtenção fraudulenta de fundos comunitários disponibilizados pelos programas de Desenvolvimento Rural (PRODER) e Operacional de Potencial Humano (POPH), envolvendo verbas na ordem dos 23,6 milhões de euros e de 1,2 milhões de euros, respetivamente.

A investigação foi realizada pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), no âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Lusa/ SOL