Politica

Piada com Sporting obriga Marisa Matias a retratar-se

Candidata diz que “o futebol é como a vida: sem sentido de humor, não tem um décimo da piada”.

Uma piada de Marisa Matias que envolveu o Sporting incendiou as redes sociais, obrigando a candidata às presidenciais com apoio do Bloco de Esquerda a retratar-se.

Tudo começou com uma entrevista ao “Observador”, na qual Marisa Matias foi desafiada a partilhar com os leitores a última “piada boa” que lhe fora contada. “Última piada boa que me contaram? Que o Sporting ia ser campeão”, respondeu a dirigente bloquista e eurodeputada.

Horas depois da publicação da entrevista, e face à onda de contestação que se gerou entretanto nas redes sociais, Marisa Matias deixou uma nota na sua página pessoal no Facebook onde diz que foi “criada e educada por um pai sportinguista, uma das pessoas que mais [ama] na vida”.

A candidata diz ainda que aprendeu com o pai “que o futebol junta pessoas e que não há nada mais distendido do que podermos ‘picar-nos’ uns aos outros sobre as nossas preferências futebolísticas”. E resume, para acalmar os adeptos do clube de Alvalade. “O futebol é como a vida: sem sentido de humor, não tem um décimo da piada.”

Apesar da nota explicativa da candidata, houve mesmo quem mudasse de sentido de voto. “Posso dizer que votei no Bloco e estava, dentro da mesma linha, decidida em votar em si. Esta sua ‘piada’ a que eu não achei piada nenhuma tirou-lhe o meu voto, lê-se num comentário.