Internacional

Morreu um dos melhores chefs do mundo

Benoit Violier, 44 anos e considerado o melhor chef do mundo em dezembro passado, foi ontem encontrado morto em casa. 

O chef franco-suíço responsável pelo restaurante do Hotel de Ville, em Crissier, perto de Lausanne (Suíça) tinha no palmarés três estrelas Michelin, o máximo de estrelas atribuídas pelo famoso guia. As autoridades suíças suspeitam que o chef tenha posto fim à vida com uma arma de fogo.
 
O  Restaurant de l’Hotel de Ville foi eleito o melhor do mundo pelo site La Liste. Em entrevista ao canal Swiss TV RTS , há mais de um ano, Benoit tinha admitido que o stress inerente à sua profissão era necessário para manter os elevados padrões de qualidade: “É  a minha vida, vou dormir com a cozinha, acordo para a cozinha”.
 
Em 2015, o chef perdeu duas figuras importantes da sua vida: o pai e o mentor Philippe Rochat, a quem Benoit se referia como  “o meu segundo pai” e a quem sucedeu nos comandos do restaurante do Hotel de Ville.