Sociedade

Maçons da Grande Loja Legal criam rito e são expulsos

Três maçons foram expulsos nos últimos dias da Grande Loja Legal de Portugal (GLRP) e um suspenso por três anos por terem criado um rito novo, com regras e símbolos próprios.

A notícia foi avançada pelo “Observador”, que dá ainda conta de que a decisão do tribunal da GLRP surgiu depois de em setembro os quatro terem sido alvo de processos disciplinares. Dos expulsos, um era da Loja Marechal Teixeira Rebelo e dois da Portugalis.

O rito era já seguido em várias sessões maçónicas há cerca de um ano. O grão-mestre, Júlio Meirinhos, terá proibido essa prática por considerar que os mestres em causa estavam a desrespeitar a ordem, noticia aquele jornal.

Na sequência desta criação, terão mesmo existido acusações de que os quatro membros estariam a provocar uma divisão interna e a querer criar uma nova maçonaria de cariz irregular.