Politica

Carlos Carreiras compara Catarina Martins a Marine Le Pen

Social-democrata acusa Bloco de querer arrastar o país para “experimentalismos suicidas”

O social-democrata Carlos Carreiras compara o Bloco de Esquerda a Marine Le Pen e acusa o partido de Catarina Martins de querer “arrastar Portugal para experimentalismos suicidas”.

Num artigo de opinião no i, o presidente da câmara de Cascais escreve sobre a Convenção do BE e a posição dos bloquistas em relação à União Europeia. “Europopulismo, eurofobia, eurocídio. Chamem-lhe o que quiserem. Catarina Martins e o seu BE estão no mesmo saco de Marine Le Pen, Geert Wilders e Nigel Farage. Quando o assunto é Europa, os extremos tocam-se: eles convergem no objetivo de derrubar o maior espaço de liberdade, paz e prosperidade alguma vez criado pelas nações. Enquanto uns querem erguer fronteiras de arame farpado, outros esperam que por entre os escombros emerja uma nova Albânia”, escreve o dirigente do PSD.

Carreiras diz que “o BE quer arrastar Portugal para experimentalismos suicidas” e “está-se marimbando para os credores, tanto quanto se marimba para os portugueses”. O social-democrata acredita, porém, que “está para chegar o dia em que os eleitores remetem o Bloco de Esquerda à irrelevância que o seu projeto político merece”.