Sociedade

Marcelo: militares que morreram no Montijo são “um exemplo evocativo para todos nós”

“O Comandante Supremo das Forças Armadas está convosco hoje e nunca deixou de estar convosco”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deslocou-se esta segunda-feira à Base Aérea do Montijo para prestar homenagem aos militares que morreram naquele local há uma semana, na sequência de um acidente com um avião C-130.

“O Comandante Supremo das Forças Armadas está convosco hoje e nunca deixou de estar convosco”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, garantindo que os três militares que partiram prematuramente continuam na nossa memória”.

O Presidente da República descreveu que as vítimas mortais do acidente que ocorreu no Montijo como “um exemplo evocativo para todos nós”.

Marcelo assegurou que tem “confiança na Força Aérea, nesta unidade, nos operacionais desta unidade, nos aviões C-130 e na continuação de uma missão que vai continuar e que está a continuar”.

O Chefe de Estado aproveitou ainda para sublinhar o facto de os portugueses nutrirem “respeito e confiança absoluta” no serviço que os militares “prestam à pátria”.