LifeStyle

Se não consegue adormecer, veja estes vídeos

A ASMR, a sigla para Autonomous sensory meridian response (Resposta meridiana sensorial autónoma, traduzido à letra para português) virtual já é muito conhecida nos EUA, mas em Portugal nem por isso.


Este é o nome dado ao fenómeno perceptual caracterizado pela sensação de relaxamento e pelo prazer que se sente no corpo e através de estimulações sensoriais (olfactivas, auditivas, visuais, tácteis e/ou cognitivas). Todos nós já sentimos uma sensação semelhante quando nos fazem cócegas suaves, ou com um certo perfume, por exemplo.

Mas a novidade é que existem milhares de pessoas a sentirem prazer e a relaxar desta forma através do YouTube: Há quem os oiça para adormecer, outros usam os vídeos (feitos por centenas de pessoas, iguais a todas as outras, que os realizam durante os tempos livres) para se sentirem melhor consigo próprios e rapidamente ultrapassarem situações de stress. 

E existem vários tipos de vídeos ASMR:

1)    Degustação: A pessoa que grava o vídeo tenta passar para o seu espectador o prazer que sentem ao provar um doce ou outro alimento. Também o som do pacote e da própria mastigação por vezes ajudam a relaxar;

2)    Elogios: Numa voz calma e com pequenos suspiros, estes vídeo pretendem ajudar as pessoas a ‘levantarem’ a sua auto-estima e a encarar os problemas de um outro modo. Quem os vê sente-se melhor consigo próprio e, através dos sons calmos, acaba por relaxar.

3)    ‘Trigger Experiences’: Qualquer coisa como ‘experiências de despoletamento’ em português. Basicamente, são pequenas acções que a pessoa que faz o vídeo acha que podem ajudar os outros a relaxar. Tocar com as unhas em caixas de cartão, passar pincéis pela câmara ou desempacotar presentes são algumas delas.

4)    ‘Roleplay’: Estes são os que têm mais sucesso no YouTube. Quem os faz desempenha um papel e encarna uma personagem… E há de tudo: Desde massagistas, passando por recepcionistas de hotel, enfermeiros, médicos, paleontologias e bibliotecários. A voz calma que usam e a forma como interagem com quem está a ver (muitas vezes fingindo que tocam no espectador, com massagens, por exemplo) são os factores que fazem o público relaxar.

joana.alves@sol.pt

Os comentários estão desactivados.