Economia

Samsung acaba com produção do Galaxy Note 7

Muitos já esperavam que acabasse por ser este o desfecho e não se enganaram. 

A Samsung anunciou esta terça-feira o fim da produção do Galaxy Note 7. A empresa pede mesmo a todos os parceiros que parem de vender o equipamento, que soma casos de explosão.

Em comunicado, a empresa explica que “Reajustámos recentemente o volume de produção para reforçar a investigação e o controlo de qualidade, mas colocamos a segurança dos consumidores como prioridade máxima e tomámos a decisão final de parar a produção do Galaxy Note 7”.

Uma das consequências dos problemas que este modelo tem dado tem sido a queda da empresa na Bolsa de Seul. As ações caíram 8%, o que representa a maior queda em oito anos.

A verdade é que muitos já esperavam que a empresa acabasse por tomar esta decisão. Principalmente, depois de ter sido pedido aos clientes que desligassem os dispositivos enquanto a empresa investigava os problemas que poderiam estar na origem das explosões.

Um dos casos mais graves aconteceu num aeroporto dos EUA, quando um destes dispositivos explodiu durante um embarque.

Ainda que tenha sido esta a decisão, tomada também para evitar mais problemas, muitos técnicos afirmam que a empresa pode sair muito prejudicada. Até porque o Galaxy Note 7 foi criado para tentar concorrer com o novo modelo da Apple.