Sociedade

Taxista que partiu espelho de carro da PSP condenado por dano qualificado

Terá de pagar multa de 1.950 euros à polícia.


O homem que partiu espelho retrovisor de carro da PSP, no dia do protesto dos taxistas, foi condenado por dano qualificado.

Bruno Hernando estava estacionado na Rotunda do Relógio, em Lisboa, quando num momento de maior tensão partiu o espelho de um carro da polícia, ato pelo qual terá agora de pagar multa de 1.950 euros.

O taxista foi um dos três detidos nesse dia da manifestação dos taxistas.