Internacional

Cancro. Comissão Europeia aprova novo tratamento

O tratamento da imunoterapia Nivolumab foi aprovado


A autorização da Comissão Europeia chega depois de novos dados mostrarem que cerca de 95% dos pacientes com linfoma de Hodgkin que utilizaram este tratamento continuavam vivos, passado um ano.

O linfoma de Hodgkin é uma doença terminal para a qual ainda há muito poucas opções de tratamento. A doença vai-se desenvolvendo no sistema linfático, na rede de veias e nas glândulas, que são uma parte essencial no sistema imunitário.

De acordo com o Graham Collins, hematologista consultor na Oxford University Hospitals Foundations Trust,“o lançamento do Nivolumab muda o panorama de tratamento, oferecendo uma abordagem inovadora para tratar este tipo de cancro”.

Segundo o Express, o Nivomulab, desenvolvido por BristolMyers Squibb, é uma das primeiras “drogas” de imunoterapia em todo o mundo.

A tal “droga” já está autorizada sob o nome da marca Opdivo, para tratar doentes adultos com melanoma avançado e cancro do pulmão de células não pequenas.