Internacional

Brasil. Novo motim numa prisão faz pelo menos 33 mortos

Massacre teve lugar em penitenciária Boa Vista, no estado de Roraima


Poucos dias depois da rebelião Complexo penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, que resultou na morte de 56 pessoas, um novo motim ceifou pelo menos 33 vidas, esta sexta-feira, Penitenciária Agrícola de Boa Vista, situada no estado de Roraima.

Segundo o “Estadão”, as autoridades brasileiras acreditam que este massacre se deveu a uma retaliação, liderada pelos presos pertencentes ao Primeiro Comando da Capital, um poderoso gangue de São Paulo, maioritariamente ligado ao narcotráfico.

Recorde-se que a rebelião no Compaj – iniciada no domingo e terminada na segunda-feira – resultou no assassinato deliberado de membros daquela organização criminosa, por um gangue rival, a Família do Norte. Muitos foram decapitados e esquartejados.

 

Os comentários estão desactivados.