Sociedade

Repórter da RTP continuou a gravar depois da agressão [vídeo]

Imagens comprovam as agressões e os insultos

Uma equipa de jornalistas da estação pública foi agredida esta quinta-feira junto a uma escolha de Chelas, em Lisboa.

A redatora e o repórter de imagem estavam a acompanhar o caso de um menor que terá abusado sexualmente de outro, quando foram agredidos pelos familiares do jovem acusado da violação.

Apesar da agressão violenta, o repórter de imagem não parou de gravar, e as imagens já foram conhecidas.

A polícia chamada ao local conseguiu identificar um dos agressores, tendo procedido à sua detenção assim como à de outro individuo, levado para a esquadra por resistir à autoridade.

O repórter terá sido pontapeado na cabeça e atingido com um banco, tendo sido levado para o hospital com vários ferimentos.