Internacional

Executivo do Spotify foi uma das vítimas mortais de ataque terrorista em Estocolmo

Ataque terrorista fez quatro vítimas mortais

Um executivo da plataforma de música Spotify foi uma das vítimas mortais do ataque terrorista da passada sexta-feira, em Estocolmo, Suécia.

Chris Bevington, cidadão britânico de 41 anos, trabalhava na empresa há cinco anos e era responsável pelas parcerias globais. Mudou-se para a capital sucia recentemente, com a sua família.

O co-fundador do Spotify, Daniel Ek, usou as redes sociais para dizer que se sente “devastado” com o que aconteceu.

Na passada sexta-feira, um camião foi contra uma multidão que se encontrava numa rua de Estocolmo. Fez quatro vítimas mortais e 15 feridos.