Sociedade

Quem publicou o vídeo da jovem abusada no Porto?

Vídeo tornou-se público no dia de ontem 

As imagens do alegado abuso sexual de uma jovem, num autocarro durante a Queima das Fitas do Porto, que decorreu entre 7 e 14 de maio, surgiram pela primeira num grupo chamado IMASOLDIER (sou um soldado, em português).

Este é um grupo secreto, onde só entram homens com mais de 18 anos e conta com mais de 44.500 membros, número este que terá alguns dos envolvidos no alegado abuso, noticia o Observador.

O vídeo terá sido apagado horas após a publicação, depois de terem surgido várias críticas na sequência da publicação, todavia o mesmo acabou por se tornar público.

No vídeo, publicado nas redes sociais, é possível ver-se um jovem colocar a mão dentro das calças de uma rapariga deitada, enquanto outras pessoas, além de não fazerem nada para o impedir, parecem encorajar aquele comportamento abusivo.