Vida

Manuel Luís Goucha: “Estou-me nas tintas se foram 64 ou 100 mortos. Basta um para ser terrível”

Apresentador comentou polémica da tragédia de Pedrógão 

Manuel Luís Goucha e Isabel Silva, embaixadores de campanha nacional dos bombeiros, apresentarem esta terça-feira em Lisboa o livro “Bombeiro dos pés à cabeça”.

Durante a apresentação do livro, que decorreu na Biblioteca do Palácio das Galveias, em Lisboa, o apresentador das manhãs da TVI não deixou de comentar o assunto que está na ordem do dia sobre a polémica da tragédia de Pedrógão Grande e criticou o governo.

Para Manuel Luís Goucha, a prevenção de incêndios não estará resolvida enquanto não os interesses financeiros não forem colocados de lado: “Para a prevenção falta vontade política. Há muitos interesses, nós sabemos, não sejamos hipócritas nem sejamos politicamente corretos. Eu estou farto porque acho que o país está refém do politicamente correto", disse o apresentador que não poupou as críticas ao governo. 

“Estou-me nas tintas se foram 64 ou 100 mortos. Basta um para ser terrível”, realçou.