Desporto

Boxe. Faleceu o "Touro Enraivecido"

Jake LaMotta, boxeur que inspirou a personagem imortalizada em cinema por Robert De Niro, foi vítima de complicações causadas por uma pneumonia. Tinha 96 anos


O Touro Enraivecido faleceu. Não Robert De Niro: esse continua por cá, firme e hirto a deliciar os amantes de cinema - salvo algumas exceções em que se vê a fazer de sogro chato. Falamos, sim, de Jake LaMotta, o boxeur real que inspirou a personagem imortalizada no cinema pelo renomado ator - o qual venceu um Oscar pelo desempenho.

LaMotta é um dos maiores ícones da história do desporto, tendo ficado célebre a sua rivalidade com Sugar Ray Robinson, a quem foi o primeiro a vencer. Os seis combates entre ambos são ainda hoje considerados um dos pontos altos da modalidade.

Conhecido pela brutalidade dos golpes que infligia aos adversários, bem como pela capacidade que tinha em aguentar também ele golpes fortíssimos, LaMotta terminou a carreira no fim da década de 50 com um registo de 83 vitórias (30 por ko), quatro empates e 19 derrotas em 106 combates.

Após o fim da carreira, tornou-se comediante e ator, aparecendo em mais de 15 filmes. Em 1970 publicou o seu livro de memórias, intitulado "Raging Bull: My Story" ("Touro Enraivecido: A Minha História"), que viria a dar origem ao filme com o mesmo nome realizado por Martin Scorsese e lançado em 1980. LaMotta passou mesmo vários meses a treinar Robert De Niro e recusou-se a permitir o início das filmagens até sentir que o ator estava apto a desempenhar na perfeição o papel de boxeur profissional.

A notícia foi publicada na conta de Facebook da sua filha Christi com a descrição: "Jake LaMotta July 10 1922-September 19 2017 - Rest in Peace Pop". De acordo com a Imprensa britânica, o antigo lutador terá sido vítima de complicações decorrentes de uma pneumonia. Faleceu aos 96 anos.