Sociedade

Nuvem radioativa foi detetada na Europa

Poluição radioativa pode ter resultado de um acidente nuclear desconhecido

Uma nuvem de poluição radioativa foi detetada recentemente na Europa por um instituto francês, segundo a Reuters.

A descoberta sugere a ocorrência de um acidente nuclear na Rússia ou Cazaquistão em setembro, sendo que a nuvem foi detetada em outubro pelo IRSN, o instituto de segurança nuclear francês.

O acidente terá sido num centro de tratamento de combustíveis nucleares ou de medicina nuclear, pois não se verificou qualquer impacto na saúde das pessoas ou no ambiente, segundo os especialistas do IRSN.

O instituto adiantou, através de um comunicado, que não era ainda capaz de precisar o local do acidente nuclear, mas que a zona com maior probabilidade de ser a origem é a região dos Montes Urais.

Confrontadas com a situação, as autoridades russas “indicaram não ter conhecimento de qualquer acidente [do género] no seu território", afirmou o diretor do instituto, citado pela Reuters.

As medições francesas detetaram a presença, com altos níveis, de ruténio 106, o que reforça a ideia de o acidenter ter ocorrido num centro de tratamento de combustíveis nucleares ou de medicina nuclear. Se o episódio se tivesse dado numas instalações com reatores nucleares teriam sido detetados outros químicos.