Internacional

Criança de sete anos autorizada a consumir canábis pelo governo

Uma menina de apenas sete anos, Ava Barry, é portadora de uma forma severa de epilepsia – a síndrome de Dravet.
 

O ministro da saúde irlandês, Simon Harris, autorizou o uso de canábis medicinal no país, para aliviar as dores de pessoas com patologias raras e que não tenham tratamentos eficazes.

Neste caso específico, a menina corre o risco de sofrer ataques epiléticos a qualquer altura do dia, mesmo durante o sono, e estes podem durar até cerca de dois minutos ou até mesmo várias horas, algo que pode levar ao coma.

Segundo escreve a BBC, esta é uma doença rara e que se manifesta no primeiro ano de vida.

Apesar de ainda não existir uma cura para esta patologia, diversos estudos científicos indicam que as crianças com esta doença respondem bem ao tratamento Canabidiol, CBD – a principal componente ativa da canábis.