Vida

Homem ganha cabaz de Natal e fica (quase) falido

Presente tinha um valor de 360 mil euros
 

DR  

Vítor Brun foi premiado num sorteio extraordinário da Lotaria de Natal, onde ganhou um cabaz, no valor de 360 mil euros, mas acabou por ter de pagar milhares de euros em impostos, algo que o deixou praticamente falido.  

O cabaz de Natal incluía dois carros, uma mota, diversas viagens, presunto e outros produtos, sendo que o valor ultrapassava os 360 mil euros, contou o espanhol em entrevista ao programa da televisão espanhola Telecinco. 

No entanto, o homem se apercebeu que se tratava de um "presente envenenado" quando as Finanças reclamaram cerca de 46% do prémio, que deveriam ser pagos em duas prestações.

De acordo com o espanhol, o maior problema foram os juros gerados pelo atraso do pagamento dos impostos, que alcançaram 160 mil euros - valor da dívida que agora terá de pagar.

Na entrevista, o homem afirmou que tentou devolver o cabaz, mas tal não foi aceite: "Disseram que era meu e que tinha de pagar a dívida com dinheiro", explicou.

Além disso, explicou também que tentou vender os carros incluídos no prémio, mas o valor que lhe ofereciam não chegava para pagar o valor exigido pelas Finanças.