Internacional

Turcos destroem monumento com 3000 anos

 “O alcance das destruições é de 60%. Três mil anos de civilização destruídos”

DR  

Os bombardeamentos aéreos turcos no nosrte da Síria destruíram parcialmente o templo neo-hitita Ain Dara, com três mil anos. De acordo com informação fornecida pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos, o local foi atingido na sexta-feira.

 “O alcance das destruições é de 60%. Três mil anos de civilização destruídos”, disse o diretor desta organização à agência de comunicação APF.

Organismos como a Direção-Geral de Antiguidades e Museus síria já condenaram o ataque, confirmando que este “é um dos edifícios arqueológicos mais importantes construído pelos Arameus na Síria".

Recorde-se que a Turquia começou a ofensiva no norte da Síria, mais precisamente em Afrin, com o objetivo de expulsar as milícias curdas daquela região.