LifeStyle

Cuidado com o chá muito quente. Estudo indica que há mais probabilidade de ter cancro

Estudo foi publicado no “Annals of Internal Medicine”
 

De acordo com um estudo publicado no jornal "Annals of Internal Medicine" , beber chá demasiado quente pode aumentar significativamente as probabilidades de desenvolver cancro do esófago, especialmente quando se combina este hábito com o consumo regular de tabaco e de álcool.

O estudo teve por base a análise de mais de 456 mil pessoas, com idades compreendidas entre os 30 e os 79 anos. No entanto, o estudo foi realizado com dados da China, uma vez que é um dos países do mundo em que se consome mais esta bebida.

O alerta não é novidade, sendo que a Organização Mundial de Saúde (OMS) já tinha alertado para esta probabilidade, tendo na altura referido que o consumo de bebidas muito quentes já era associada e uma “causa provável” do aparecimento de cancro do esófago.

O cancro do esófago é, atualmente, o oitavo cancro com maior incidência a nível mundial.