Sociedade

Atividade sísmica nos Açores continua. Ocorreram mais de 100 sismos

Na escala de Richter, os sismos variaram entre 1,9 e 3,2 

Esta madrugada foram detectados cerca de 130 sismos na ilha de São Miguel, Açores, que variaram entre os 1,9 e os 3,2 na escala de Richter, segundo o IPMA . O primeiro sismo aconteceu por volta das 2h52 (menos uma hora que em Portugal continental), seguindo-se mais sismos em Lago do Congro e Vila Franca do Campo, na região do Congro. 

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) adianta, em comunicado, que desde as 23h47 deste domingo foram já registadas centenas de microssismos, com epicentro entre as lagoas do Fogo e das Furnas.

O CIVISA revela ainda que até por volta das 08h00 desta segunda-feira, foram sentidos, pelo menos, 17 sismos, sendo que o mais forte ocorreu peças 06h18.

"Na generalidade, os eventos têm sido sentidos numa faixa entre Água de Pau e Povoação, a sul, e Rabo de Peixe e Fenais da Ajuda, a norte",indica o CIVISA.

O IPMA adiantou ainda que é de esperar mais sismos na zona. 

Entretanto, a Proteção Civil e Bombeiros dos Açores estão a acompanhar a situação e avançaram com algumas recomendações à população. Em declarações à RTP, e além da calma e a espera de mais sismos, as autoridades aconselharam a população a não acender fósforos ou isqueiros por risco de eventuais fugas de gás. Caso existam preocupações sobre água, electricidade e gás, as autoridades também aconselharam a população a desligar os circuitos, bem como a nunca utilizar elevadores e a afastar-se das janelas. 

Por fim, também aconselharam as populações a manterem-se longe das praias por risco de tsunami, apesar de ainda não haver qualquer alerta nesse sentido. Os residentes da ilha também deverão ter o cuidado de se manterem informados dos acontecimentos, nomeadamente via rádio.