Sociedade

Pinhal de Leiria. Recebidos 70 mil pinheiros para reflorestação

A iniciativa pretende juntar milhares de pessoas numa ‘bandeira humana’ pela reflorestação do Pinhal de Leiria que foi afetado pelos incêndios de outubro.

No dia 17 de março, vão ser plantados vários pinheiros bravos e pinheiros mansos certificados. Esta ação é aberta à participação de voluntários, que são convidados também a formar uma ‘bandeira humana’ de Portugal.
 
A iniciativa surgiu das empresas 'It's Happening' e 'Agency', e conta ainda com o apoio da Câmara Municipal da Marinha Grande, de forma a ajudar a reflorestar algumas das áreas ardidas durante o verão do ano passado, algo que, de acordo com a autarquia, "responsabilizar o país numa causa que é de todos os portugueses": "a reflorestação das nossas matas".
Cidália Ferreira relembra que 300 talhões do Pinhal de Leiria foram consumidos pelos fogos e, terão ardido cerca de 80% do pinhal.

"A tarefa é hercúlea, mas os portugueses são grandiosos. Continuo a acreditar que o carácter, a perseverança, a garra inata à nossa nacionalidade se irá refletir no apoio à reconstrução deste nosso espaço à beira-mar plantado", acrescenta a autarca.