Sociedade

Portugal continua com níveis de corrupção elevada

Índice é feito anualmente e, este ano, foram analisados 180 países e territórios

Portugal, de acordo com o índice de perceção de corrupção, é visto como um país com as administrações públicas mais corruptas do que, por exemplo, o Chile ou os Emirados Árabes Unidos.

O índice foi divulgado, esta quarta-feira, pela organização não-governamental Transparency International.

Em primeiro do ranking surge a Nova Zelândia seguida pela Dinamarca, com os menores níveis de corrupção. Portugal ocupa o 29ª posição, sendo o primeiro país da Europa do sul a aparecer no ranking.

A Ásia e a África são onde se concentram mais países com os níveis de corrupção mais elevados. Já na Europa e Estados Unidos da América os níveis são menores.

“Esta estagnação é o retrato da falta de vontade política em adotar uma abordagem frontal a este problema crítico para o bom funcionamento das instituições e para a capacidade de a nossa economia ser competitiva e captar investimento e gerar emprego”, afirmou João Paulo Batalha, presidente da organização.

O presidente sublinhou ainda que Portugal não tem evoluído ao longo dos anos, mantendo sempre posições muito semelhantes de ano para ano.