Sociedade

Operações para desencalhar navio encalhado no Bugio suspensas

Operações foram retomadas às 4h30 desta quarta-feira, mas sem sucesso

DR  

As operações para retirar o navio que está encalhado junto ao Bugio foram retomadas esta madrugada, por volta das 4h30, mas até às 7h30 da manhã desta quarta-feira ainda não foi possível retirar o barco, tendo sido suspensas às 7h45.

Segundo afirmou à Lusa o porta-voz da Autoridade Marítima, a situação de terça-feira mantém-se, “os rebocadores estão junto ao navio a tentar fazer força para desencalhar”, mas até às 7h30 não foi “possível desencalhá-lo. Neste momento, os rebocadores ainda continuam, apesar de a maré continuar a baixar, a tentar fazer um puxão para ver se conseguem tirar o navio daquela posição”.

"As operações foram suspensas às 07h45 porque com o [último] puxão o cabo de reboque partiu-se. Vai ser necessário voltar a colocar um cabo, o que deve demorar mais uma hora", afirmou o comandante Fernando Pereira da Fonseca, adiantando que os trabalhos serão retomados ao final da tarde, no prico do preia-mar.

Recorde-se que o navio, que tem 10 tripulantes a bordo, está encalhado desde da uma da manhã de terça-feira, no Bugio, no rio Tejo, em Lisboa