Economia

EDP esclarece que pagou 481 milhões de euros de IRC

A empresa responde à notícia que dizia que só tinha pago 10 milhões.

EDP esclarece que pagou 481 milhões de euros de IRC

Em resposta a uma notícia do jornal Expresso, a EDP diz que pagou em 2017 481 milhões de euros em IRC em Portugal, ou seja “9,3% do IRC total arrecadado pela Autoridade Tributária”.

“Os cerca de 10 milhões de euros relativos a 2017 que são referidos dizem respeito ao Grupo EDP, que tem atividade em todo o mundo, e beneficiam de um conjunto de eventos ocorridos fora de Portugal, nomeadamente a reforma fiscal nos EUA (equivalente a cerca de 44 milhões de euros) e a isenção de mais valias por venda de ativos em Espanha (cerca de 200 milhões de euros)”, lê-se num comunicado da elétrica.

A empresa liderada por António Mexia diz que o Expresso “confunde o reporte contabilístico refletido no relatório e contas com os valores efetivamente pagos em sede de IRC pela EDP, em Portugal”.

O Expresso referia que a EDP conseguiu uma taxa efetiva de imposto sobre os seus lucros de 0,7% graças a um conjunto de deduções fiscais.

Os comentários estão desactivados.