Politica

Cristas criticada por comparar tourada a um bailado

Deputados do PS e Bloco dizem que bailado não envolve bandarilhas e sangue

Assunção Cristas está a ser alvo de críticas por ter comparado a tourada a um bailado.

A presidente do CDS afirmou que olha para a tourada como “uma expressão de cultura” e “um bailado”. Cristas revelou, na entrevista ao “Expresso”, que não é “suficientemente aficionada” para se deslocar às praças de toiros, mas gosta de touradas.

As afirmações da líder dos centristas motivaram muitas críticas nas redes sociais. “É igual ao momento em que os bandarilheiros entram no palco, cravam os ferros e os bailarinos começam a bolsar sangue”, escreveu o deputado socialista Tiago Barbosa Ribeiro.

O deputado do Bloco de Esquerda Moisés Ferreira também criticou a comparação. “Cuidado se alguém do CDS te convidar para bailar. Podes acabar com uma bandarilha espetada no lombo”, escreveu, na sua página do facebook, o deputado bloquista.