Tecnologia

O dia em que Stephen Hawking "apareceu" em Lisboa para falar de tecnologia

O físico foi convidado a falar sobre a inteligência artificial, e mostrou-se “optimista” em relação ao assunto, tendo sublinhado que, apesar dos desenvolvimentos, “temos de estar a par dos riscos”.
 

Stephen Hawking foi a grande surpresa na cerimónia de abertura da Web Summit. O físico apareceu num vídeo, que foi mostrado nos ecrãs atrás do palco, e refletiu sobre o poder e os riscos da inteligência artificial, afirmando ser um verdadeiro “otimista”. “A inteligência artificial pode funcionar em harmonia connosco. Mas temos de estar a par dos riscos.”, disse o físico.

Hawking  foi uma das mais proeminentes vozes a alertar para os potenciais riscos da inteligência artificial, e na sua intervenção para a audiência das pessoas que se enontram no evento, voltou a sublinhar a  importância de refletir sobre o desenvolvimento desta tecnologia.

“Talvez devamos todos parar por um momento, e não apenas fazer com que a inteligência artificial seja bem sucedida, mas pensar em como a sociedade vai ser beneficiada”.

Hawking alertou ainda para a necessidade de incorporar questões éticas no desenvolvimento desta tecnologia.

“Acredito que não há diferença entre o que pode ser alcançado por um ser biológico e o que pode ser alcançado por um computador”, afirmou o cientista.