Sociedade

Aga Khan termina celebração do jubileu de diamante em Portugal

Líder da comunidade ismaili, o príncipe Karim Aga Khan assinala 60 anos de título. Festejos vão culminar em Lisboa 

DR  

Líder espiritual da comunidade ismaelita (Imamat Ismaili), o príncipe Karim Aga Khan escolheu Lisboa para encerrar as comemorações do seu jubileu de diamante, os 60 anos de título. As comemorações vão ter lugar entre 5 e 11 de julho e espera-se que atraiam cerca de 40 mil pessoas entre membros desta comunidade espalhados pelo mundo e convidados internacionais.

Segundo fonte da organização, o programa vai incluir exposições e concertos no âmbito de diferentes programas criados em 2017 para assinalar o jubileu daquele que é o líder desta comunidade inserida na doutrina xiita do islão.

Karim Aga Khan, de 81 anos, tornou-se imã da comunidade muçulmana xiita Imami Ismaili no dia 11 de julho de 1957, sucedendo aos 20 anos ao avô, o sultão Mahomed Shad Aga Khan, que o escolheu em testamento. 

Ainda segundo a organização, a comunidade ismaili é composta por cerca de 15 milhões de fiéis, dos quais cerca de sete mil residem em Portugal. A ligação ao país deu-se através da presença desta comunidade em Moçambique e, nos últimos anos, a atividade tem vindo a ser reforçada, nomeadamente através da fundação Aga Khan. A vinda da sede mundial da comunidade ismaelita para Lisboa foi anunciada em 2015, num protocolo entre o Estado português e o Imamat Ismaili. No ano passado foi também anunciado um donativo de meio milhão de euros por parte do príncipe Aga Khan para auxiliar na reconstrução de Pedrógão Grande, depois do fogo do ano passado.

As agências da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (AKDN) estão presentes em mais de 30 países em todo o mundo e empregam cerca de 80 mil pessoas. A AKDN está presente em Portugal desde 1983, tendo a fundação Aga Khan Portugal sido oficialmente reconhecida como tal em 1996. Emprega cerca de 100 pessoas e a organização aponta para o envolvimento de 600 voluntários.

O anúncio de que os festejos do jubileu vão culminar em Lisboa foi feito ontem, data que assinala o Navroz (Nowruz) - o início de um novo ano e o primeiro dia de primavera. Depois dos festejos deste ano, Lisboa vai acolher em 2019 a primeira cerimónia dos prémios de música da Fundação Aga Khan. O evento terá lugar daqui a um ano na Fundação Calouste Gulbenkian, revelou a autarquia. “Inspirado no Prémio Aga Khan de Arquitetura - lançado em 1977 -, a nova distinção, trienal, pretende reconhecer e apoiar criações e talentos musicais de exceção, nas sociedades de todo o mundo em que os muçulmanos têm presença significativa.”