Internacional

Síria. Ataque químico foi “encenado para as câmaras”, diz general russo

“Operando exclusivamente nas fileiras dos terroristas, os capacetes brancos encenaram mais uma vez para as câmaras um ataque químico contra civis na cidade de Douma”


Viktor Poznikhir, general do Estado-Maior russo, afirmou numa conferência de imprensa que o ataque químico contra Douma foi “encenado para as câmaras” pelos capacetes brancos – uma organização de voluntários que ajuda a resgatar vítimas da guerra.

“Operando exclusivamente nas fileiras dos terroristas, os capacetes brancos encenaram mais uma vez para as câmaras um ataque químico contra civis na cidade de Douma”, referiu o general, completando que as amostras colhidas pelos russos em Douma não apresentavam qualquer vestígio de que tenha havido um ataque químico.

“A situação está completamente estabilizada. As forças armadas russas estão a concluir a sua operação humanitária maciça conjuntamente com as forças governamentais sírias”, continuou o general.

Os últimos combatentes “estão neste momento a sair de Douma” e não se registou “nenhum disparo ou confronto nos últimos cinco dias”.

No total, saíram de Douma 41.213 pessoas apoiadas pelas forças russas. “Uma unidade da polícia militar russa vai ser destacada a partir de amanhã [quinta-feira] para garantir a segurança, manter a ordem e organizar a assistência aos habitantes de Douma”, acrescentou.