Politica

Catalães cantam a “Grândola” a Marcelo no parlamento

Deputados independentistas protestaram com cravos amarelos

Marcelo Rebelo de Sousa discursou ontem no parlamento espanhol e, no final da sua intervenção, foi surpreendido por um grupo de deputados independentistas da Catalunha que cantaram o “Grândola, Vila Morena”, numa altura em que os deputados aplaudiam o discurso do chefe de Estado português, que falara de democracia e das ligações entrecruzadas entre Portugal e Espanha, mas em nenhum momento da sua visita de dois dias a território espanhol se referira uma vez que fosse à crise política na Catalunha.

Os deputados independentistas catalães associaram a canção da revolução portuguesa do 25 de Abril com a cor do movimento pela libertação dos presos políticos, empunhando cravos amarelos enquanto cantavam. Os outros deputados prosseguiram com os aplausos para diminuir o efeito da canção.

“Lutar pela democracia é um imperativo de todos os dias, tal como é um erro acreditar que basta a sua proclamação nas constituições e nas leis”, referiu Marcelo aos deputados. Porque “a democracia une-nos e nunca poderemos aceitar que nos divida”.

Para o Presidente da República, a democracia é “um desafio nunca esgotado” e cuja prática tem de ser feita diariamente. “Sabemos como são constantes e preocupantes os sinais que nos chegam de outras paragens, onde sistemas políticos entram em crise ou se fragilizam porque se desistiu de se fazer da democracia uma realidade todos os dias”, afirmou.