Internacional

França. Aprovada nova lei da imigração

O prazo para pedidos de asilo e de detenção foram aumentados

A partir de agora os imigrantes que queiram requerer a solicitação de asilo em França terão de o fazer em seis meses, quando antes eram 11, e os imigrantes considerados ilegais ficarão detidos por um ano, o dobro do tempo. São duas medidas da nova lei da imigração que a Assembleia Nacional francesa aprovou por 228 votos a favor, 139 contra e 24 abstenções. 

Para Emmanuel Macron, presidente de França, a nova lei irá acelerar os trâmites para a atribuição de asilo. 

Os conservadores e a extrema-direita com assentos parlamentares votaram contra a nova lei por a considerarem pouco ambiciosa e por defenderem prazos maiores para a detenção e pedido de asilo. Já a esquerda votou contra por entender que se assiste à criminalização da imigração. 

A Human Rights Watch disse em comunicado que esta nova lei terá um impacto negativo para "os requerentes de asilo mais vulneráveis, os que mais facilmente podem falhar com a data limite".