LifeStyle

Brunches. Este fim de semana custam dez euros

Está aí à porta o segundo Brunch Weekend, que este ano já conta com 81 espaços aderentes no país – ilhas incluídas. O preço mantém-se: dez euros por pessoa

Os brunches caíram no goto – ou, mais assertivamente, nas papilas gustativas – dos portugueses. A verdade é que os comensais lusos gostam desta refeição que mistura o pequeno-almoço com o almoço (sem usar o estrangeirismo, fica difícil pensar numa junção portuguesa das palavras) e em que, em cima da mesa, há também um híbrido destas duas refeições. E se, há uns anos, a procura – e, decorrentemente, a oferta dos espaços – se ficava pelos fins de semana, hoje há cada vez mais locais a servir o brunch diariamente e os preços variam consoante o leque de comida disponível: uns até ostras juntam à festa, outros ficam-se pelos inevitáveis croissants e ovos de vários modos e há até opções sem qualquer vestígio de açúcar ou derivados animais. No próximo fim de semana (12 e 13 de maio), porém, os preços em muitos restaurantes do país fixam-se nos dez euros por pessoa, fruto do segundo evento promovido por uma app portuguesa: falamos do “Misk Brunch Weekend by Compal”.

Ao todo, são 81 os espaços do país – ilhas incluídas – que aderiram ao fim de semana que celebra o brunch e que conta com mais 30 locais do que no ano passado. O primeiro Misk Brunch Weekend foi também uma espécie de lançamento desta app que é um roteiro gastronómico entre amigos (já lá iremos), mas este ano o objetivo é só um: levar os brunches a dez euros a cada vez mais locais do país. A Compal associou-se ao evento para apresentar em primeira mão a sua nova gama sem açúcar aos clientes dos brunches.

Em Lisboa, por exemplo, há 41 espaços a aderir ao evento, como o DeliDelux Avenida, a nova Bowl Lisboa ou a Leitaria da Quinta do Paço. No Porto, por exemplo, contam-se espaços como O Diplomata ou a Cafetaria Chá das Cinco. A lista completa pode ser consultada diretamente na app (veja os passos ao lado para saber como se inscrever).

Para ter a certeza de que não fica em pé, o melhor é mesmo reservar mesa e, nos espaços onde tal não é possível, chegar o mais cedo possível, aconselham Sofia Pitta e Madalena Rugeroni, as fundadoras do Misk e responsáveis por este fim de semana guloso.

Misk Foi este o nome escolhido por Madalena Rugeroni e Sofia Pitta para a app que lançaram em conjunto faz agora um ano. As fundadoras – que se despediram de empregos na Google e na Bloomberg em Londres – voltaram para Lisboa para perseguir o sonho de criar uma rede social de amigos e para amigos no que respeita às trocas de dicas gastronómicas.

Sofia e Madalena sentiam que neste mercado das app’s usadas para escolher os melhores sítios para comer havia um vácuo: é que muitos dos comentários deixados pelos clientes podem vir de pessoas com perfis completamente diferentes dos nossos. No Misk, a ideia é que cada um siga apenas a sua rede pessoal de amigos, o que, à partida, lhe garante recomendações muito mais próximas do seu gosto pessoal e expetativas.

“O Misk permite facilmente encontrar, guardar e partilhar numa só plataforma as sugestões de restaurantes e experiências gastronómicas em todo o mundo com os amigos”, explica Sofia Pitta.

As fundadoras já viram o seu projeto reconhecido por diversas vezes. No ano passado, a app foi considerada uma das “100 hottest startups” da Europa pela revista “Wired”. Esta semana, a Misk foi distinguida com o Prémio “Elevator Pitch – IdeiasQueMarcam” da Comissão Europeia. O prémio foi atribuído por um júri de especialistas nomeado pela COTEC.

A app, disponível para iOS e Android, tem hoje mais funcionalidades do que há um ano e é cada vez mais rápida a encontrar um restaurante ou cafetaria que satisfaça os desejos do momento. Além disso, é possível descobrir quase instantaneamente “os espaços recém- -inaugurados em cada cidade e região”, uma característica que agradou ao júri do “Elevator Pitch – IdeiasQueMarcam”.

Há ainda outra novidade que as fundadoras instalaram a pensar nos mais indecisos: se estiver mesmo na dúvida sobre a escolha do restaurante, basta agitar o telemóvel que a app sugere um restaurante adequado ao seu perfil e à hora do dia, próximo do local onde se encontra.