Opiniao

O responsável moral

Se ficar no clube, esse senhor vai destruir o Sporting. É muito pior do que Vale e Azevedo.

Os gravíssimos acontecimentos que ocorreram esta tarde em Alcochete, com cenas arrepiantes de ameaças e agressões a jogadores e técnicos do Sporting, tem um responsável moral cujo nome toda a gente conhece.

Elogiei várias vezes esse senhor, pelas suas acções em prol do clube: recuperação financeira, reabilitação da imagem do clube, contratação de bons treinadores, chamada de espectadores ao estádio, vitórias nas modalidades, construção do pavilhão, etc.

Mas percebi a certa altura que ele iria destruir tudo o que construiu. Mostrando uma total falta de equilíbrio psicológico, não soube conservar as conquistas que tinha feito. Entrou em roda livre, disparando em todas as direcções, começando por atingir alvos fora do clube e depois voltando-se para dentro do clube. Atingiu jogadores que deram muito ao Sporting, atingiu um treinador respeitado em Portugal. Comportou-se como um terrorista.

O senhor em causa já devia ter percebido há muito os riscos do seu modo de actuar. Ainda há 8 dias, viu o guarda-redes do Sporting ser alvo de tentativa de agressão com tochas incendiárias, que podia ter acabado numa catástrofe. E os seus ataques à equipa depois da derrota no Funchal só poderiam ter uma consequência: acicatar ainda mais a ira dos fanáticos. Será que era difícil compreendê-lo?

Por tudo isto, a pessoa em causa foi o responsável moral pelas agressões de hoje em Alcochete. Não estava lá, mas os energúmenos agiram a pensar nele e acicatados pelas suas palavras. A prova é que os alvos principais da ira dessa gente foram jogadores e técnicos que têm dado mais a cara contra a prepotência do senhor de que vimos falando.

Esse senhor comporta-se como chefe da parte mais violenta da claque; é o equivalente do Sporting a Fernando Madureira, do FC Porto, conhecido como ‘Macaco’, mas pior do que ele. Madureira, nos momentos fulcrais, tem mostrado cautela e bom senso, para não prejudicar o seu clube. Ora o senhor em causa revela uma total falta de bom senso e não tem sabido defender o clube.

Para esse senhor o problema já não é continuar ou sair do Sporting. É vir a ser criminalizado pelos prejuízos que provocou ao Sporting. Ele desvalorizou tremendamente os activos. E vai afastar accionistas e patrocinadores.

Se ficar no clube, esse senhor vai destruir o Sporting. É muito pior do que Vale e Azevedo.