Internacional

Atentado de Manchester recordado com um minuto de silêncio em todo o Reino Unido

Atentado ocorreu há um ano e vítimas foram relembradas com uma cerimónia oficial na catedral de Manchester.

O atentado de Manchester, que ocorreu a 22 de maio de 2017, e provocou a morte de 22 pessoas e feriu outras 100, foi esta terça-feira lembrado com um minuto de silêncio em todo o Reino Unido, tendo sido realizada uma cerimónia oficial na catedral da cidade britânica.

Quem não faltou a esta cerimónia, que teve como objetivo homenagear todas as vítimas, foram a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, o líder do Partido Trabalhista Jeremy Corbyn, o presidente da autarquia de Manchester, Andy Burnham e o príncipe William.

No altar da catedral foram colocadas 22 velas em memória das vítimas.

Recorde-se que, a 22 de maio do ano passado, Salman Abedi foi o autor de um ataque suicida com explosivos no final do concerto da cantora norte-americana Ariana Grande, no átrio da Manchester Arena.