Sociedade

SEF já está em Malta para tratar do acolhimento de imigrantes do Lifeline em Portugal

Dois inspetores do SEF estão desde domingo em Malta

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) já está em Malta para tratar de questões relacionadas com o acolhimento de imigrantes resgatados do navio humanitário Lifeline em Portugal.

Segundo o SEF, em declarações à agência Lusa, dois inspetores deste órgão já estão, desde domingo, “a tratar dos procedimentos” e a preparar “o acolhimento em Portugal aos cidadãos estrangeiros que foram recolhidos pelo navio Lifeline, nomeadamente as entrevistas”.

Além disto, o SEF acrescentou ainda que está também a tratar de toda a “logística envolvida na transferência” dos imigrantes, em consonância com o que foi decidido pele governo português e pelo governo de Malta.

Apesar de, na semana passada, o ministro da Administração Interna ter afirmado que Portugal tinha condições para acolher cerca de um décimo dos imigrantes do Lifeline, até ao momento, ainda não se sabe quantas pessoas serão acolhidas por Portugal, nem quando chegarão a território português.