Politica

Costa promete continuar a descongelar carreiras

Primeiro-ministro elogiou trabalho da geringonça

Na abertura do debate do Estado da Nação, António Costa deixou uma garantia: as carreiras vão continuar a ser descongeladas. O primeiro-minsitro aproveitou o discurso inicial para 

"No próximo ano continuará o descongelamento de carreiras", afirmou o primeiro-ministro.

"O caminho que escolhemos é o que nos permitirá cumprir a ambição de termos mais crescimento, melhor emprego e maior igualdade. E é também um caminho que prepara o país para o futuro através de políticas que melhorem a vida dos portugueses, que promovam a igualdade de oportunidades, a coesão do território e a competitividade da economia. Muito foi conseguido nestes dois anos, mas há muito ainda por fazer. E é focados no muito que temos pela frente que continuaremos motivados a percorrer o caminho que iniciámos, progredindo passo a passo com a mesma confiança", realçou António Costa.

O primeiro-ministro reforçou os “quatro compromissos” assumidos pelo Governo: “primeiro, virar a página da austeridade, respondendo à confiança dos cidadãos e repondo a normalidade constitucional. Depois, relançar a economia através de um programa assente na recuperação de rendimento das famílias e a recuperação de investimento pelas empresas. Terceiro, recuperar os níveis de proteção social, promovendo a redução da pobreza e a diminuição das desigualdades. Quarto, equilibrar de modo sustentado as finanças públicas reduzindo o défice e o peso da dívida pública. Volvidos três anos, sim, conseguimos conciliar o fim da austeridade com a Zona Euro".

Costa aproveitou ainda para elogiar a Geringonça, dizendo que o fim da austeridade "só foi possível porque se formou na Assembleia da República uma maioria que viabilizou o programa deste Governo e tem viabilizado a sua execução".