Economia

Sport TV perde monopólio das transmissões de futebol na TV

O canal perdeu vários campeonatos. Ainda assim, o presidente assegura que baixar os preços da mensalidade é cenário que não equaciona.

A entrada de uma nova empresa, a Eleven Sports, em Portugal veio mudar as regras de transmissão e agitar o mercado como há vários anos não acontecia. A Sport TV perdeu a Champions e ainda a Liga espanhola. Até aqui, os direitos destas duas importantes competições estavam nas mãos da Sport TV, que acabou por ser destronada na corrida para as próximas três temporadas. No entanto, se a aposta de alguns era a consequente descida de preço deste canal, que até aqui tinha quase um monopólio nos canais desportivos por subscrição, está perdida. O canal assegura que baixar os preços não é um cenário que esteja em cima da mesa. 

«A Sport TV continua a estar muito tranquila com a sua oferta, nós temos 55 mil horas de programação ao longo do ano, penso que a Eleven, daquilo que temos lido, anuncia que vai ter perto de 3 mil horas», explica Nuno Ferreira Pires, presidente executivo do canal. Apesar de não esconder que a Champions «é um produto importante», considera que «os valores, em especial para um país como Portugal começam a ser muito pesados para os broadcasters [televisões]». O foco do canal é agora a Liga Europa, uma grande aposta da Sport TV esta temporada. «No nosso entender, os minutos de visionamento de uma Liga Europa na próxima época desportiva tem um valor incomensurável maior à Champions para os portugueses», explica.

Já sobre a possibilidade de uma descida de preços, que muitos queriam ver tornar-se realidade, Nuno Ferreira Pires afastou-a, não deixando margem para que os clientes tenham ilusões em relação à mensalidade. «Não tenho qualquer dúvida de que qualquer português que faça as contas, olhando para as 55 mil horas de programação, as modalidades que nós damos, os 2 mil jogos que damos e tudo aquilo que é o nosso conteúdo no próximo ano, estará tão ou mais tranquilo como os nossos clientes já estavam com o valor que nós cobramos na Sport TV», concluiu.

Pagar para ‘ver a bola’

A Eleven Sports veio revolucionar o mercado de uma forma com que muitos não contavam. Contas feitas, acompanhar os vários jogos deste desporto-rei nos canais premium passa a custar cerca de 44 euros por mês, ou seja, mais de 520 euros por ano. Até porque é preciso ter em conta que a empresa que veio ‘roubar’ os direitos da Champions à Sport TV adquiriu ainda as ligas espanhola, francesa, alemã, belga, escocesa, o canal oficial do Arsenal e a UEFA Youth League e vai lançar na Nowo dois canais em transmissão contínua. O novo canal terá ainda a possibilidade de transmitir quatro jogos ao mesmo tempo. No caso de ter contrato com outra operadora, o acesso aos canais será feito via streaming, mas o preço vai acabar por se manter. Ou seja, terá de pagar 9,99 por mês. 

A isto soma-se o facto de ser necessário pagar 9,90 euros por mês para assinar a BTV, caso queria assistir aos jogos do Benfica em casa (da liga portuguesa). Para concluir estas contas, é preciso não esquecer que o acesso aos conteúdos da liga portuguesa, taça de Portugal e taça da Liga, bem como as ligas inglesa, italiana e ainda a Liga Europa depende da subscrição da Sport TV, cuja mensalidade começa nos 23,99 euros. 

Este ponto ganha especial destaque tendo em conta que existe o já muito conhecido ‘efeito Ronaldo’. Uma das áreas onde rapidamente se notou a ida de Cristiano Ronaldo para a Juventus foi nas muitas oportunidades de negócio que surgiram de imediato, com a entrada em mercados onde o futebol italiano não costumava ter grande expressão.  Vários países que nos últimos anos não tinham interesse em transmitir os jogos do campeonato italiano recuaram nesta posição.