Economia

Importações sobem mais do que as exportações nos primeiros seis meses

Espanha continua a ser o grande parceiro comercial de Portugal.

As exportações cresceram 6,6% no primeiro semestre do ano, enquanto as importações aumentaram 8,8%, revelam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Este desempenho representa um abrandamento do ritmo de crescimento do comércio internacional, já que no mesmo período do ano passado tanto as exportações como as importações cresceram mais de 12%.

Mas só em junho, as importações aumentaram 18,1%, enquanto as exportações cresceram 8,6%. "Excluindo os combustíveis e lubrificantes, em termos homólogos, em Junho de 2018 as exportações cresceram 6,8% e as importações aumentaram 10,3%", adianta o INE.

Esta evolução ditou um agravamento do défice comercial de 641 milhões de euros para um total de 1,68 mil milhões de euros.

A contribuir para este aumento mais expressivo das importações esteve a compra de combustíveis e lubrificantes, cujas importações quase duplicaram no mês de Junho, "essencialmente devido à importação de produtos primários no comércio Extra-UE", adianta o INE.

Espanha continua a ser o grande parceiro comercial de Portugal, a liderar o ranking do maior importador e exportador. França e Alemanha surgem a seguir.