Sociedade

APAV ajudou 4.687 crianças nos últimos cinco anos

Em 2016 e 2017, o número de pedidos de apoio por crimes sexuais contra crianças aumentou

Nos últimos cinco anos, a Associação de Apoio à Vítima (APAV) apoiou a 4.687 crianças e jovens, vítimas de crimes.

Segundo os dados divulgados esta quinta-feira, em 2016 e 2017, o número de pedidos de apoio por crimes sexuais contra crianças aumentou.

O relatório, chamado “Estatísticas: Crianças e Jovens Vítimas de Crime e de Violência 2013-2017”, revelou que entre esses anos a associação ajudou cerca de 4.700 pessoas.

“Cerca de 60% das crianças e jovens são filhos/as dos/as alegados/as autores/as. Com efeito, o espaço de segurança que deveria ser a casa onde residem estas vítimas é, não raras vezes, transformado num cenário de violência a que aquelas são expostas, direta ou indiretamente”, diz o relatório que revela que 74% dos casos reportados são relativos a atos de violência dentro de casa.

Apesar de os pedidos de ajuda terem aumentado, a APAV verificou uma diminuição, entre 2016 e 2017,  no número de ocorrências sobre crianças com 10 ou menos anos.