Economia

PIB cresce 2,3% no 2.º trimestre

O crescimento da economia ficou acima dos aumentos de 2,1% em termos homólogos e 0,4% em cadeia registados no primeiro trimestre. A impulsionar estes resultados esteve o consumo.

A economia portuguesa acelerou no segundo trimestre com uma subida de 2,3% face ao mesmo período do ano anterior e de 0,5% em cadeia. Os números foram anunciados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e mostram que o crescimento do produto interno bruto (PIB) ficou acima dos aumentos de 2,1% em termos homólogos e 0,4% em cadeia registados no primeiro trimestre do ano.

O principal contributo para esta aceleração foi dado pela procura interna, com o consumo privado acrescer 2,6%, mais 0,5 pontos percentuais do que no trimestre anterior.  «O consumo privado na ótica do território continuou a registar crescimentos mais intensos (3,4%) que o consumo de residentes, em resultado do comportamento das despesas efetuadas em Portugal por não residentes (turistas)»,diz o INE. 

Só as despesas com bens duradouros cresceram 8,8% no segundo trimestre, o maior crescimento em, pelo menos, um ano.  

O investimento deu um menor contributo e o seu abrandamento deve-se, em grande medida, à diminuição da componente ‘Material de Transporte’, que passou de uma variação homóloga de 11,3% no 1º trimestre para menos 6,6%,