Desporto

CR7 de fora no ataque à Liga das Nações

Ausência do capitão das quinas não é a única supresa nos convocados de Fernando Santos. Portugal-Croácia nos preparativos da prova.

Fernando Santos divulgou esta sexta-feira os convocados para o encontro particular com a Croácia, agendado para quinta-feira, e para a estreia portuguesa na Liga das Nações, diante da Itália, no Estádio da Luz.

A ausência de Cristiano Ronaldo fica assim confirmada, depois de já se saber que o avançado português tinha pedido ao selecionador para não ser convocado de maneira a estar totalmente focado nos compromissos da Juventus. Além de CR7, Nélson Semedo, José Fonte, Anthony Lopes, João Mário, Ricardo Quaresma e João Moutinho são as outras baixas nestes eleitos. Em sentido inverso, destaque para a chamada de Cláudio Ramos (Tondela) para a baliza, a grande surpresa, aliás, desta convocatória. Na defesa, Pedro Mendes está nos eleitos a par de Luís Neto e Rúben Dias. No meio-campo é onde é possível encontrar mais novidades - estreia para Gedson Fernandes e Sérgio Oliveira e regresso de Pizzi e Renato Sanches aos escolhidos de Fernando Santos. Na frente, Bruma e Rony Lopes são as novidades em relação ao Mundial 2018.

Ainda antes de iniciar a Liga das Nações, como já foi referido, Portugal vai ter pela frente, num jogo de preparação para a prova, a Croácia, finalista vencida da prova que decorreu em solo russo. A equipa das quinas vai receber Modric e companhia no Estádio do Algarve a quatro dias de defrontar a Itália, seguindo-se, depois, a Polónia, última seleção integrada no Grupo 3 da nova prova da UEFA. Refira-se que o encontro com a seleção crota é o primeiro da equipa portuguesa desde o Campeonato do Mundo, prova em que chegou com o estatuto de campeã da Europa, mas acabou afastada nos oitavos-de-final, pelo Uruguai (2-1).

 

Liga das Nações

A nova prova da UEFA, que conhece este ano a sua primeira edição, é uma espécie de Champions de seleções que reúne os 55 países membros da UEFA. Este ano, a prova irá decorrer de setembro a novembro de 2018 (fase de grupos) e junho de 2019 (fase final). De notar que a prova  também servirá como parte do processo de qualificação para o Campeonato Europeu de Futebol de 2020: quatro das 24 seleções presentes no Euro 2020 vão sair desta competição.