Desporto

UEFA abre inquérito disciplinar à Polónia devido a atos racistas dos adeptos

 Em causa está o embate frente à Itália, da Liga das Nações, na passada sexta-feira.

A UEFA abriu um inquérito disciplinar à Polónia, em causa estão alegados atos racistas por parte dos adeptos no embate frente à Itália, da Liga das Nações, na passada sexta-feira.

Além da Polónia, a República Checa e a Ucrânia estão também a enfrentar acusações por distúrbios, relativamente ao jogo da passada quinta-feira.

Até ao momento, não foram particularizados pela UEFA os atos racistas dos adeptos polacos, o organismo referiu apenas que a situação será avaliada e discutida no dia 21 de setembro.

Relativamente à República Checa e Ucrânia, a UEFA adiantou que os processos se devem a invasões do relvado e, no caso dos adeptos ucranianos, a acusação inclui também estragos nas bancadas e lançamento de objetos.

No início do jogo, ocorreram também problemas com os holofotes do estádio, o que provocou atrasos no início da partida. Assim, a República Checa poderá ser penalizada.

Estes casos serão analisados no dia 27 de setembro.